A História da Maquiagem

Bom  galera,antes de começar qualquer novo post sobre maquiagem,vamos enteder um pouquinho sobre a HISTÓRIA DA MAQUIAGEM(MAQUILLER-de origem francesa).Tudo começou na verdade lá no Egito a rainha Cleópatra tinha o abto por exemplo de banhar-se com Leite e cobrir-se com argila e maquilava seus olhos com um pó denominado khol.
 
No Egito naquela época diferenciavam-se as classes social devido ardonos como perucas e a prória maquilagem.Um exemplo,você encontra nos primeiros testemunhos sobre cosméticos que além da distinção social,a maquilagem nos olhos era ponto de destaque para evitar olhar diretamente para o deus RÁ O deus do Sol.
 
Cleópatra foi muito importante na  historia da maquiagem.Logo após Cleópatra temos Popéia Sabina(segundo mulher do imperador romano Nero)tinha a pele muito branca graças a resultados de banhos constantes feitos com o leite de jumenta,o mesmo leite que cleópatra usava para banhar-se.
2262872981_abc781dcd9

Cleópatra

Isso foi expandindo-se,logo começa a chegar as primeiras “mascarás noturnas” e em sua formúla continha:farinhas,favas e miolo de pães que se combinavam com o famoso LEITE DE JUMENTA.
 
Conta-se ainda que Psyché teria ido ao inferno buscar o segredo da pele branca com a Deusa Vênus,trazendo  a cerusa para compor sua formulás “mágicas” .
 
Já nos séculos I e IV, define a mulher ideal como Padmini,aquela que tem “a pele fina, macia e clara como o lótus amarelo…”
 
  • Aproximadamente em 150AC o físico Galeno criou o 1o creme facial do mundo,adicionando água à cera de abelha e óleo de oliva. Mais tarde o óleo de amêndoas substituiu o azeite e a incorporação de bórax contribuiu para a formação da emulsão,
    minimizando o tempo de processo.

Estava aí a primeira base para sustentar os pigmentos de dióxido de titânio e facilitar a aplicação na face; nascia a base cremosa facial.

***PORÉM NEM TUDO QUE RELUZ É OURO…(A MAQUIGEM ENFRENTA OBSTÁCULOS)

 
Olha gente foi muito engraçado…Na Roma antiga a indignação masculina referente aos artificios femininos de maquilagem foi registrado em obras de artes imortais como escreveu Ovídio :
“…Seu artifício deve permanecer insuspeito.Como não sentir repugnância diante da pintura espessa em sua face se dissolvendo e escorrendo até seus seios? Por que tenho de saber o que torna sua pele tão alva?…”

***MAQUIAGEM NA MIRA DA IGREJA!

A beleza também foi descriminada pela igreja.Líderes religioso achavam totalmente inadequado as mulheres serem mais coloridas.São Jerônimo deixava evidente a sua reprovação ao ato de maquilar-se visto como força do mal e da impureza. “…O que faz essa coisa púrpura e branca no rosto de uma mulher cristã, atiçadores da juventude, fomentadores da luxúria, e símbolos de uma alma impura?…”

Afinal era encarada como artificil para seduzir homens nobres e até mesmo como bruxaria galera!Sim!Bruxaria…No final do século XVIII o Parlamento inglês recebeu a proposta de uma lei que tentava impor sobre as mulheres a mesma penalidade por adorno que era imposta por bruxaria.Maquilar-se é = morrer queimada viva.

***MAIS GRAÇAS A DEUS,A TODAS MARAVILHAS DO UNIVERSO…A MAQUIAGEM VENCE!!!

Apesar da postura da igreja e do costumes rigídos com os desenvolvimentos cientificos o ato de pintar os lábios tornou-se MODAAAAAAAA.Desde o século século XVII, quando as pomadas coloridas tornaram-se mais acessíveis e seguras.
Ainda no século XVI a preocupação com higiene pessoal foi deixada de lado, o que ironicamente contribuiu para o crescimento do uso da maquilagem e dos perfumes.

O primeiro estilista surgiu no século XIX, quando um verdadeiro artista traz uma nova fonte de prestígio à moda; Charles Frederick Worth abriu sua loja em Paris em 1858,para vender modelos de casacos e sedas de primeira classe. Durante os 100 anos seguintes Paris firmou-se como autoridade em moda, trazendo para o mundo da maquiagem um novo alento.
Podemos dizer que a popularização da moda aconteceu em 1892, com o lançamento da revista Vogue, tendo em seus primeiros números personalidades como Gertrude Vanderbilt Whitney, vestindo suas próprias roupas. Quando Condé Nasta comprou a revista, em 1909, a publicação
passa à ter um enfoque mais atraente, mostrando objetos do desejo para todas as mulheres.

É somente no século XX, com os avanços da indústria química fina, que os cosméticos se tornam produtos de uso geral.
Em 1921, Paris é palco de uma verdadeira revolução na história do batom; é primeira vez que um produto desta categoria é embalado num tubo e vendido em cartucho. O sucesso é tal que em 1930 os estojos de batom dominam o mercado americano, trazendo uma nova fase para o desenvolvimento destas formulações.
A loira Marilyn Monroe usava maquilagem clara e pintava os lábios de vermelhos intensos, atraindo e intensificando sua feminilidade.

Marilyn-Monroe-

Marilyn-Monroe(Am♥)

Na década de 70 as cores de maquiagem tornaram-se populares, acompanhando as coleções de alta-costura francesa, italiana e inglesa.
Cada vez que um grande costureiro lançava uma nova coleção de cores e formas para as roupas, lá vinha um tom de sombra específico para os olhos, uma nova cor de boca. Dior, Chanel, Yves Saint Laurent e todos os grandes fabricantes ousavam e
enchiam os olhos das mulheres de todo o mundo com suas criações cada vez mais tentadoras.
E é no final da década de 80 que entram em lançamento as fórmulas evoluídas para cosméticos pigmentados. Às beiras do novo milênio finalmente entram em cena fórmulas baseadas em tecnologia de vanguarda, cujo uso garante propriedades bem interessantes para nossa beleza, como proteção solar, umectação e controle do envelhecimento da pele.

Nos anos 90 a era do benefício visível ganha importância vital. A haute couture toma
rumos inteligentes nesta nova era. Estilistas ingleses de vanguarda como John Galliano e Alexander McQueen vêm dar uma ventilada nas conservadoras Dior e Givenchy, alterando mais uma vez a história da moda & make-up.

Hoje podemos nos beneficiar do produto que colore e trata a pele, limpa, perfuma e protege os cabelos,
como nunca antes na história da humanidade.

  Bjks Nanda

Sobre Fernanda Ferrari Lira

Fernanda Ferrari Lira (nascida em 18 de março de 1988), conhecida como Fernanda Ferrari ou Ferrari, é formada em Comércio Exterior, Blogueira, Empresária e Produtora de Moda. Ama coisas fofas é gosta daquilo que é marcante. Acredita que tudo tem um propósito de ser!
Esse post foi publicado em Maquiagem e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A História da Maquiagem

  1. kessia disse:

    site chato tem que falar detalhadamante bando de loucos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s